TENHO 30 E POUCOS ANOS E NÃO CONSIGO GUARDAR DINHEIRO. O QUE FAZER?

Mauro Halfeld, da rádio CBN, recebeu uma pergunta interessante nessa manhã de 21 de junho e fez um ótimo comentário a respeito.

Acredito que muitas pessoas passam pela mesma situação apresentada: Está com 30 e poucos anos, não consegue guardar dinheiro e não tem patrimônio.

Há algo a se fazer para garantir um futuro mais tranquilo ou o tempo já passou? Quais medidas são necessárias para reverter a situação?

Caso você tenha se identificado com essa questão, continue a leitura deste artigo para não se arrepender daqui a alguns anos.

 

A pergunta do ouvinte

Fico muito angustiado ouvindo os relatos dos outros ouvintes que te escrevem. Eles têm vinte e poucos anos, renda não muito grande e já tem um patrimônio em formação. Eu não. Eu tenho 32 anos, salário de 8500 reais e nada. Tenho só 22 mil num fundo DI que eu acumulo irregularmente ao longo dos meses para sacar pras férias. Não tenho automóvel, não tenho plano de previdência, nenhum financiamento de imóvel. Minha pergunta: dá tempo? Eu sei que eu gasto parte do que ganho com besteiras, jantares, vinhos, com aluguel e condomínios caros. Mas eu moro perto, eu moro bem e eu sou feliz. E eu gosto de convidar pessoas pra almoçar. O que eu devo fazer?

Ouça a questão proposta e o comentário do Mauro Halfeld:

 

Reflexões

reflexoes-guardar-dinheiro

O problema relatado pelo ouvinte não é pontual, pois MUITA gente passa pela mesma situação.

Ao chegar aos trinta e poucos anos a pessoa começa a perceber que sua vida financeira é frágil, construída sobre areia, pois nunca se preocupou em pensar no depois. O importante era aproveitar somente o presente e nunca passou pela cabeça que deveria guardar dinheiro.

Quanto a isso, Mauro Halfeld foi certeiro:

O legal da vida não é ser feliz só na juventude. O legal é ser feliz a vida toda.

Quem pensa apenas no agora vai ter muitos problemas no futuro.

Sei que nem sempre isso ocorre de maneira consciente, pois parece que a vida apenas passa sem que a pessoa se dê conta.

Mas agora você já tem certo conhecimento sobre o assunto, ou pelo menos começou a pensar a respeito, e não deixará que isso perdure.

E não se engane com a justificativa de que ganha pouco ou que o dinheiro logo acaba antes do fim do mês. Com planejamento adequado, e uma vida dentro da sua realidade financeira, tudo pode ser equilibrado.

O que fazer para colocar as finanças nos eixos e ter um futuro mais tranquilo? Mauro Halfeld também respondeu:

Você precisa ter primeiro um orçamento. Você precisa saber para onde seu dinheiro está realmente indo. A seguir, coloque uma meta.

Ah, se você realmente soubesse para onde seu dinheiro vai, com certeza não o gastaria da forma como faz hoje…

Por isso, aprenda como fazer seu orçamento familiar e coloque em prática as boas medidas para economizar seu precioso dinheiro.

Ao fazer o diagnóstico de sua situação, verá que boa parte de suas receitas vai para o ralo. Identifique esses pontos críticos e aja para estancá-los.

Mesmo que a situação esteja turbulenta, escreva seus sonhos, reflita sobre seus objetivos e estipule metas. Aprenda a guardar dinheiro para realizá-los!

Mauro deu o exemplo de guardar 10% do salário todo mês, antes de qualquer coisa. Essa é uma medida básica que você precisa colocar em prática AGORA!

Estabeleça um limite, um teto, para jantares e bebidas. Busque outras formas para interagir com seus amigos.

Economizar não significa, necessariamente, cortar gastos, mas sim utilizar o dinheiro de forma mais coerente e sustentável.

Você pode rever a forma como faz compras no supermercado, reconsiderar seus desejos e suas necessidades, readequar seus programas familiares e com amigos, planejar-se antes de comprar algo e tantas outras ações. Leia mais sobre isso aqui.

Não é preciso se privar de diversão para guardar dinheiro, pois isso acaba por gerar estresse e infelicidade. É preciso, sim, aproveitar os momentos de lazer, mas faça isso com planejamento e gaste dentro do orçamento estipulado para essa modalidade de despesa.

Pensar no amanhã somente quando ele tornar-se presente é a tradução do descaso com sua própria vida e de seus familiares.

Por isso, comece a transformar seu futuro imediatamente, ainda dá tempo.

Estude, interesse-se, use menos o whatsapp e redes sociais, procure crescer em conhecimento para fazer escolhas acertadas daqui para frente.

Lembre-se de que você já deixou muito tempo passar, portanto, dedique-se.

Não encare isso como um sacrifício, mas sim como algo que trará consequências extremamente positivas para você e sua família.

Ainda não sabe por onde começar? Então clique aqui.

 

Recomendações

recomendacoes-ganhar-dinheiro

Comece a investir em sua educação financeira para encontrar liberdade!

Cursos gratuitos:

Minha indicação permanente para quem quer realmente transformar sua vida financeira:

A partir de agora, dê atenção especial a sua educação financeira e incentive os seus familiares a seguir o mesmo caminho.

Deixe um comentário caso queira compartilhar suas dificuldades e contar como a educação financeira tem ajudado em sua transformação.

Compartilhe essas informações em suas redes sociais para ajudar o maior número de pessoas possível!